Marta Melro: “Não faço cenas de cama”

Abril 24th, 2011 Colocado em Morangos

Marta Melro

A actriz Marta Melro não gosta de expor o corpo perante as câmaras e sente-se incomodada a fazer cenas “quentes”.

Correio da Manhã – A representação aconteceu por acidente ou era um sonho desde muito nova?

Marta Melro – Nunca me tinha passado pela cabeça seguir este percurso. Hoje em dia olho para trás e vejo algumas coisas que aconteceram na minha vida que poderiam ser interpretadas como sinais de que esta poderia ser uma área que tinha alguma coisa a ver comigo.

– Quando lhe ligaram, depois do casting, que tinha ficado nos Morangos com Açúcar, o que sentiu?

– Fiquei um pouco angustiada porque achei que os meus pais nunca me iriam deixar participar. Eles deixavam-me fazer alguns trabalhos de moda, mas só recentemente aceitaram que eu viesse do Porto para Lisboa sozinha. Normalmente acompanhavam-me nos castings.

– Já teve de fazer cenas “quentes”?

– Nunca fiz cenas muito “quentes”.

– Incomoda-a?

– Incomoda-me.

– Como é quando tem mesmo de as fazer?

– Tenho no meu contrato que não faço cenas de nu, nem de biquíni, nem de lingerie, nem cenas de cama sem acordo prévio. Foi uma batalha dura, mas consegui pôr isso no contrato. Acho que tudo tem de ter uma dose de bom gosto, há limites para tudo, não sou pudica, mas há situações em que não me sinto confortável. Gosto de me resguardar um pouco.

– Sente-se uma mulher sensual?

– Tenho dias. A trabalhar é muito difícil conseguir sentir-me sensual, nunca me vejo sensual na imagem, nunca lidei muito bem com a minha imagem televisiva.

– Como encara a cirurgia plástica?

– Encaro bem, já fiz [implantes mamários]. Já fui muito radical. Achava que não fazia sentido em nenhuma circunstância, a não ser que fosse uma questão de saúde. Mas cheguei a um ponto da minha vida em que percebi que a cirurgia plástica não muda quem eu sou.

– E já pôs botox?

– Não, acho que um actor nunca deve mexer no rosto. É o nosso maior instrumento de trabalho. Não faz sentido alterar o rosto.

– É namoradeira ou de relações duradouras?

–Sou de relações duradouras.

– Mandou tatuar uma aliança no dedo anelar quando namorava o actor Rodrigo Saraiva. Tirou-a ?

– Não foi uma aliança de compromisso, foi um marco muito importante na minha vida e continua a sê-lo. Este ano preenchi-a, mandei escrever ‘protegida’ quando estive na Tailândia.

“SOU UMA MULHER MUITO VAIDOSA”

– É uma mulher vaidosa?

– Sim, muito.

– Gosta de roupas de marca?

– Não tenho qualquer paranóia por roupas de marca, sou vaidosa, ponto.

– Quando sai de casa, tem a preocupação de sair bem arranjada porque pode estar um paparazzo à sua espera?

– Não por causa dos paparazzi. [risos] A coisa que mais me preocupa é o contexto em que vou estar. Sentir-me desconfortável é coisa que não quero. Por exemplo, não vou de saltos agulha se vou andar na praia.

– Faz alguma coisa para ser magra?

– Não. Sempre fui escanzelada e tinha complexos gigantes por ser magrinha.

– Hoje a magreza está na moda…

– Não sou muito de modas. A magreza continua a incomodar-me um bocadinho. Tenho uma estrutura magra, mas sinto-me mais feliz quando estou um pouco mais gordinha.

“NÃO ME VEJO A CASAR PELA IGREJA”

– Já lhe fizeram comentários inconvenientes na rua?

– Já, mas normalmente quando fazem isso não me reconhecem enquanto actriz.

– O que procura num homem?

– Companheirismo e maturidade. Gosto de um homem maduro, confiante. Essas são as características que mais me atraem num homem.

– O casamento é importante?

– Eu já mudei várias vezes de opinião relativamente a isso. Já disse que era importante, já disse que não era, acho que tem que ver com a nossa maturidade e com a forma como vamos vendo as coisas.

– E o casamento pela Igreja?

– Não casaria pela Igreja. Não me vejo fazer isso.

– Acredita em Deus?

– Acredito em Deus, não é Deus… acho que por muito que as pessoas digam que não são religiosas, se se virem numa situação de aperto, principalmente se não for nosso, se for de alguém próximo de nós, temos a tendência a pedir, de querer acreditar que existe qualquer coisa mais forte do que só aquilo que podemos fazer terrenamente, quanto mais não seja o mandar para o universo esse pedido.

– Gostava de ser mãe?

– Gostava, mas não é um projecto para já.

PERFIL

Marta Melro entrou no mundo da representação quase por acidente. Aos 17 anos, fazia trabalhos de moda enquanto estudava e, num desfile, disseram-lhe que estavam a fazer um casting para a série Morangos com Açúcar (TVI). Tentou e ficou. Desde então até agora, aos 25 anos, fez novelas, séries, teatro e participou numa curta-metragem. Namora com o actor Daniel Cardoso.

Fonte: Correio da Manhã


Deixa um comentário