Rita Pereira em operação policial

Novembro 17th, 2009 Colocado em Morangos

Quando um chantagista lhe ligou a exigir 500 euros pelo telemóvel, furtado no dia 18 de Outubro, Rita Pereira não hesitou e divulgou a situação à PSP de Cascais.

Com a protecção de polícias à paisana, a actriz acedeu encontrar-se com o homem numa bomba de gasolina em Torres Vedras, no passado dia 8. Quando Rita e o chantagista estavam frente a frente, a polícia entrou em acção, e deteve o indivíduo.

Contactada pelo CM, Carla Duarte, subcomissária da PSP, informou que o homem, na casa dos 30 anos, “não tem antecedentes criminais” e “não ofereceu qualquer tipo de resistência” quando foi interceptado pelos elementos da investigação criminal da PSP de Cascais.

“A medida de coacção aplicada ao autor daquele telefonema foi apresentações quinzenais numa esquadra da PSP e a proibição de se aproximar da vítima”, disse ao CM a subcomissária. Fica ainda por apurar se o homem que tentou chantagear Rita Pereira é o autor do furto, uma vez que foi ouvido apenas como acusado de extorsão.

Rita Pereira pode assim respirar de alívio, dado que o chantagista ameaçou revelar os conteúdos íntimos do seu telemóvel à Comunicação Social. Contactos, mensagens e fotos pessoais estão agora fora de perigo.

O Correio da Manhã tentou chegar à fala com a actriz, que se mostrou sempre indisponível para comentar a acção policial. Já Tó Romano, o seu agente, não tinha conhecimento da situação. “Não estou dentro do assunto”, afirmou.

Fonte: Correio da Manhã


Deixa um comentário